Você está visualizando atualmente A psicologia das cores no marketing digital

A psicologia das cores no marketing digital

Um pouco da história da psicologia das cores

Nascido em Frankfurt em 28 de agosto de 1749 o escritor e poeta Johann Wolfgang Von Goethe. Trabalhou em várias áreas como Botânica, Zoologia e na Teoria das Cores.

Seus estudos, totalmente empíricos, afirmavam que as cores também dependiam da percepção da pessoa em relação ao objeto observado. Porque e não apenas da quantidade de luz e do ambiente.

Mesmo não seguindo todo o rigor científico, Goethe obteve alguns bons insights, como a noção de que o preto do ponto de vista da psicologia humana, é uma cor, e não a ausência de cores, como defendiam os físicos.

Contudo, foram necessários mais duzentos anos para que acontecesse uma das contribuições mais importantes na área da psicologia das cores.

A socióloga alemã Eva Heller realizou estudos que, ainda hoje, são considerados atuais pelos profissionais que utilizam as cores em suas profissões.

Heller entrevistou cerca de 2 mil pessoas, com idades variando entre 18 e 97 anos, com diferentes profissões e estilos de vida.

Tentando descobrir suas cores favoritas e as menos apreciadas, as associações que faziam entre cores e palavras, dentre outras coisas.

Ela descobriu que nossa percepção do significado das cores é resultante de alguns padrões.

Gravados em nosso inconsciente, do ambiente em que fomos criados e de construções culturais, por isso tendem a variar através dos tempos, culturas e pessoas.

A psicologia das cores no marketing digital

A psicologia das cores no marketing digital
Círculo cromático

Entenda o que é Psicologia das Cores e descubra o significado das cores

As cores são fundamentais para o design, pois possuem um impacto muito significativo na nossa mente e com isso podem mudar a maneira de como sentimos os produtos e experiências.

Em geral a psicologia das cores é a ciência que estuda como as cores afetam o comportamento humano em suas escolhas.

Parece estranho, contudo os cérebros são programados para consumir, processar e digerir informações visuais mais rapidamente do que outros sentidos humanos. 

Consequentemente, é importante aprender a usar o significado de tal elemento favoravelmente para a transmissão de informações.

Em suma é preciso que as marcas tenham total consciência desses fatores para que seja possível conquistar seus objetivos de marketing.

Psicologia das cores nos negócios

Quando se trata de uma marca, a psicologia das cores está extremamente relacionada e é fundamental para alavancar seu negócio e criar uma marca memorável na mente dos consumidores.

Você sabia que 84,7% dos consumidores acreditam que as cores de um produto são muito mais importantes do que outros fatores e 90% das empresas possuem o visual como principal fator de marketing, a cor pode ser responsável por 60% da aceitação ou rejeição de um produto ou serviço.

Somente esses dois números, já indicam que as cores e os demais elementos visuais são fundamentais para as empresas.

A psicologia das cores no marketing digital

A psicologia das cores no marketing é uma excelente proposta principalmente para tomadas de decisões

A generalização de cores pode forçar você a tomar decisões erradas, por causa de como vimos anteriormente as emoções que as cores transmitem dependem de vários fatores. Pois causa reações diferentes para cada pessoa.

Pensando nisso é necessário testar o que funciona melhor para o seu público, observando a relação das cores com a mensagem que deseja transmitir e com a ação que deseja que as pessoas realizem.

Mesmo sabendo da importância que as cores possuem, é comum as empresas ignorarem seu valor, juntamente com o design, considerado como um fator de baixa prioridade dentro das estratégias das empresas.

O melhor caminho seria uma agência especializada para aplicar a psicologia das cores na sua identidade visual. Escolhendo as cores certas, que farão aumentar suas vendas e fortalecer a sua marca no mercado.